Sempre que uma pessoa se incomoda com algo em seu corpo, existem possibilidades para melhorar. Uma delas é a cirurgia plástica, cada vez mais acessível ao público brasileiro, mas que exige planejamento e um boa pesquisa para tudo correr bem.

A cirurgia plástica gera grande ansiedade e entusiasmo sobre seus resultados e, como toda cirurgia, oferece riscos, que devem ser informados pelo médico.

Em primeiro lugar, o paciente deve procurar um cirurgião plástico de confiança. Indicações de conhecidos, ou busca sobre o médico na internet, formação etc são algumas formas de conhecer mais sobre seu trabalho. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, um bom cirurgião plástico deve ter passado por um treinamento de cinco anos em cirurgia, três deles apenas em especialização em cirurgia plástica. Este cirurgião ainda deve ser submetido a um conselho de ética, além de realizar operações apenas em instalações médicas credenciadas, seja cosmética ou reconstrutiva, como centros cirúrgicos em hospitais, de acordo com o tipo de cirurgia. Além disso, a clínica onde o médico atende deve ser regulamentada pelo Conselho Regional de Medicina e pela Vigilância Sanitária.

Após escolher a clínica e o cirurgião plástico, o paciente deve estabelecer uma parceria de confiança com o médico, fazer todas as perguntas e tirar todas as dúvidas com relação ao pré-operatório, ao procedimento cirúrgico, bem como pedir todas as orientações para o pós-operatório.

O paciente também deve ter atenção com relação a ofertas milagrosas, com preços baixos e cirurgias feitas rapidamente, em horário de almoço da paciente, com autorização para voltar ao trabalho, como lipoaspirações ou as chamadas minilipos, que devem obrigatoriamente ser feitas em centros cirúrgicos, pelo risco que oferecem. O paciente deve desconfiar de profissionais que oferecem este tipo de serviço.

Além do histórico completo do médico, para o melhor resultado de uma cirurgia plástica, o paciente deve cumprir com alguns requisitos, como informar o cirurgião sobre doenças preexistentes, tabagismo, medicamentos, vitaminas ou anticoncepcionais orais que consuma, alergias e reações a medicamentos. O paciente também deve parar de fumar e suspender medicamentos que possam causar algum risco de sangramento. Todos os exames clínicos, inclusive de sangue e coagulação, devem ser feitos e analisados pelo médico antes da cirurgia plástica.

Depois que todos os exames forem avaliados pelo médico, incluindo a avaliação do anestesista, se o paciente estiver liberado e com tudo em ordem, a cirurgia pode ser marcada.

No dia da cirurgia, o paciente deve estar em jejum, sem ingerir alimentos, bebidas ou quaisquer líquidos por, pelo menos, 8 horas.

Logo depois da cirurgia, o paciente ficará na sala de recuperação por algumas horas, onde profissionais treinados vão administrar medicamentos para a dor, antes mesmo de ir para o quarto, no caso da necessidade de internação. Na internação, que pode durar horas ou dias, varia de acordo com o tamanho e a localização da cirurgia, o paciente vai receber toda a orientação sobre como tratar dos curativos, os cuidados com os pontos e com a movimentação do corpo, como no caso de mamoplastia, em que a paciente não pode carregar peso ou fazer movimentos bruscos, além de precisar usar sutiã ou faixa de compressão por alguns dias; ou a ninfoplastia, plástica na vagina, em que a atividade sexual deve ser suspensa por cerca de 45 dias, por exemplo.
Após o paciente receber alta, outro momento de grande ansiedade, o cirurgião plástico passa orientações para o pós-operatório, que devem ser seguidas à risca, como os cuidados com os curativos, alimentação, além de não se expor ao sol, pois as cicatrizes podem ficar escuras com os efeitos dos raios ultravioleta.

É importante ir à primeira consulta de retorno, pois é quando o cirurgião vai fazer a avaliação dos primeiros resultados da cirurgia. Deve-se comparecer em todas as consultas de retorno, para verificar a evolução dos resultados.

Apesar de, em poucos dias, o paciente já notar os efeitos da cirurgia plástica, algumas cirurgias podem levar até seis meses para apresentar os reais resultados do procedimento realizado.

Filed under: Cirurgia Plastica