(Mini dermolipectomia abdominal)

Descrição:

É indicada apenas em alguns poucos casos onde só há redundância de pele na região infra umbilical.

Mulheres e homens que têm a pele abdominal em excesso e gordura que se concentra no abdômen inferior podem se beneficiar da mini abdominoplastia. Às vezes, essas condições são herdadas. Em outros casos, a perda de peso significativa e gravidez podem causar flacidez da pele abdominal.

Se você planeja engravidar ou perder peso no futuro, você deve discutir este assunto com seu cirurgião plástico. Cicatrizes de cirurgias abdominais anteriores podem limitar os resultados da sua abdominoplastia

Técnicas cirúrgicas:

Geralmente, uma incisão horizontal é colocada na região pubiana. O tamanho da incisão, que se estende lateralmente para os ossos pélvicos e depende muito da quantidade de pele a ser removida. O contorno desta incisão irá variar ligeiramente de acordo com a estrutura do abdômen e ao estilo de roupa de banho ou roupas que você preferir. Seu cirurgião plástico irá tentar manter a incisão em suas linhas de maiô, mas isso não é sempre possível.

Para reforçar a parede abdominal, é feita a costura (plicatura) dos músculos retos do abdome na região infra umbilical.

A pele do abdômen inferior que contém as estrias é removida também.

Duração:

Essa cirurgia leva em média1 hora para ser realizada sob anestesia peridural.

Efeitos colaterais:

Felizmente, as complicações significativas da mini abdominoplastia não são frequentes. Todos os anos, milhares de pessoas se submetem à cirurgia estética bem sucedida do abdômen, estamos satisfeitos com os resultados. Qualquer um que considera a cirurgia, entretanto, deve estar ciente de ambos os benefícios e riscos.

Podem haver assimetrias na posição da cicatriz, cicatrização hipertrófica ou queloidiana perda de sensibilidade na porção abdominal infra umbilical e abaulamentos resultantes de seromas mas todas essas condições são bastante raras e podem ser corrigidas facilmente através de um retoque cirúrgico.

Recuperação e cuidados pós operatórios:

Você terá alta hospitalar no dia seguinte a cirurgia. Nos primeiros dias após a dermolipectomia haverá uma limitação física à extensão do corpo mas isso passará em poucos dias.

Normalmente é colocado um dreno aspirativo no abdome que deverá permanecer por 7 dias para evitar acúmulo se serosidades sob a pele (entre a fáscia e a gordura) Gaze ou outros curativos podem ser aplicados ao seu abdome e cobertos com uma cinta elástica que normalmente deverá ser usada por pelo menos 2 meses.

Após 3 semanas já é possível retornar as atividades habituais e após um mês é permitido fazer caminhadas.

Riscos:

Algumas das complicações potenciais que podem ser discutidas com você devem incluir sangramento, infecção e reações à anestesia.

Após a cirurgia, ocasionalmente, líquido pode acumular-se sob a pele. A remoção deste soro é um processo indolor, mas pode exigir várias visitas ao consultório do cirurgião plástico.

Você pode ajudar a reduzir os riscos certos, seguindo os conselhos e as instruções de seu cirurgião plástico, antes e após a cirurgia.

Resultados:

A mini abdominoplastia irá melhorar o seu contorno corporal pois seu abdômen ficará mais firme e liso. Você se achará mais confortável em suas roupas e mais confiante sobre sua aparência.

As incisões do procedimento vão esmaecer ao longo do tempo. É importante saber, entretanto, que as cicatrizes nunca somem totalmente. Em alguns casos, eles acabarão por ser apenas linhas tenues. Certos indivíduos podem ter cicatrizes que são mais visíveis. Felizmente, as incisões para a mini abdominoplastia são normalmente em locais escondidos por maios de banho e roupas íntimas.