Lipoaspiração: dúvidas frequentesA lipoaspiração é um método rápido e prático para modelar o corpo, com a retirada de gordura localizada. O que parece cômodo, na verdade, é uma cirurgia de grande porte, que exige cirurgiões plásticos muito bem treinados e cuidadosos com seus pacientes. A Clínica DFL fez um levantamento das principais dúvidas sobre lipoaspiração, seus riscos e cuidados no pós-operatório para alcançar o melhor resultado no corpo.

Quais os riscos de uma lipoaspiração?

Toda cirurgia tem seu risco. Os riscos da lipoaspiração podem ser avaliados durante a consulta, quando o médico deve questionar o paciente sobre doenças prévias, além de pedir os exames de praxe pré-cirurgicos, incluindo avaliação cardiológica. Se não houver riscos, a cirurgia é indicada.

A lipoaspiração deve ser feita em clínica ou em hospital?

A recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é que a lipoaspiração deve ser exclusivamente realizada em hospital, devido ao porte da cirurgia.

Qual o tipo de anestesia é indicada para uma lipoaspiração?

A grande maioria é peridural. Em alguns casos, é geral. Em poucos casos, a anestesia é local, com sedação do paciente e presença do anestesista.

Quais as chances de ocorrer uma perfuração durante a lipoaspiração?

Utilizando a técnica correta, o médico previne as chances de perfuração. É difícil de acontecer, mas não é impossível. É um procedimento que exige muito treinamento.

Quanto tempo leva a recuperação após um lipoaspiração?

Cerca de duas semanas para a recuperação, dependendo do porte da cirurgia e, claro, da própria capacidade de recuperação de cada paciente.

Quais os cuidados pós-operatórios para não ficar cicatrizes?

As técnicas modernas fazem poucos e pequenos cortes e as cicatrizes são quase imperceptíveis. O paciente também pode procurar uma esteticista especializada em pós-cirúrgico, para procedimentos, como drenagem linfática, que ajuda a desinchar o corpo. O uso da cinta e o repouso no período de recuperação são essenciais, quando recomendados pelo cirurgião.

É preciso fazer exercícios depois de passar por uma lipoaspiração?

A lipoaspiração traz resultados, mas o paciente precisa fazer ginástica e se alimentar de forma correta, para não perder os resultados da cirurgia. O ideal é ter orientação de nutricionista para uma dieta equilibrada para conquistar um resultado duradouro. A ginástica é muito importante, pois vai ajudar a queimar o restante da gordura que ficou no corpo.

Quanto de gordura pode ser retirado em uma lipoaspiração?

Em média 5% de gordura sobre o peso total do paciente. Em um paciente de 70kg, pode tirar 3,5kg de gordura. A paciente não deve fazer uma grande lipoaspiração, no corpo inteiro de uma vez. O paciente deve fazer vários procedimentos, pois, assim, diminui os riscos.

Adolescentes e idosos podem fazer lipoaspiração?

Não há limite de idade para o procedimento, mas as pacientes idosas precisam de uma avaliação detalhada e, se não houver riscos, pode fazer a cirurgia. Para jovens, a indicação é após o fim da puberdade. A lipoaspiração é proibida para gestantes.

Qual a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura?

A lipoaspiração tira a célula de gordura do corpo e descarta. Na lipoescultura, a gordura é retirada de uma parte do corpo, como da cintura, e aplicada em outra parte, como nas nádegas.

O resultado da lipoaspiração é para o resto da vida?

Não existem resultados eternos. O paciente precisa fazer ginástica e manter a dieta equilibrada. Além disso, o metabolismo do corpo muda com o tempo e apresenta alterações hormonais de acordo com a idade. Se o paciente necessitar, uma nova lipoaspiração pode ser feita posteriormente.

Filed under: Lipoaspiração