A cirurgia de Lipoescultura de Bumbum é um dos dois procedimentos mais comuns realizados por cirurgiões plásticos em todo mundo. Sua indicação é feita, quando há necessidade de tratar áreas com excesso de gordura localizada na região do bumbum e que, mesmo diante de exercícios e dietas, não são reduzidas em sua totalidade.

A técnica básica de lipoaspiração envolve a remoção de gordura através de um tubo de metal oco (cânula) que é inserido através do tecido adiposo. Um dos tipos mais comuns de lipoaspiração envolve a aspiração de gordura, com uma bomba que gera um vácuo. Isto é conhecido como lipoaspiração assistida a sucção.

Técnicas associadas

Além da lipoaspiração assistida a sucção, outras técnicas podem ser usadas no procedimento, dependendo da avaliação do cirurgião plástico. Uma possibilidade é a utilização de um motor que pode ser usado na cânula, provocando uma vibração para frente e para trás, realizando boa parte do procedimento de lipoaspirar a gordura localizada. A técnica é chamada de vibrolipoaspiração.

Há também a utilização de um gerador de ultra-som, que produz ondas sonoras acima de frequência audível e “quebra” as células de gordura, que são retiradas pelo aparelho de sucção. O laser também pode ser utilizado para quebrar as células de gordura.

Cada um dos métodos possuem vantagens e desvantagens próprias e devem ser apresentadas ao paciente pelo cirurgião plástico, que avaliará qual técnica, ou combinação de técnicas pode gerar os melhores resultados possíveis.

Na lipoescultura de bumbum parte ou toda a gordura aspirada é utilizada como um enxerto para aumentar a região glútea. De 50 a 70% da gordura enxertada é reabsorvida pelo corpo mas o que remanesce fica para sempre.

Cirurgia e pós-operatório

Normalmente, a lipoescultura de bumbum e realizada com anestesia peridural e leva duas horas e meia em média para ser realizada. O tempo de recuperação depende do organismo de cada pessoa.

Os primeiros dias após a cirurgia devem ser de descanso, embora recomende-se pequenas caminhas para evitar a incidência de trombose venosa profunda. Também é recomendado o uso de cinta de compressão.

Durante as primeiras 48 horas após a cirurgia, os pacientes apresentam graus variados de edemas e hematomas, que vão diminuindo ao passar dos dias e também de acordo com o organismo do paciente. Os pontos são normalmente removidos dentro de uma semana da cirurgia. Na maioria dos casos, em dez dias, o paciente já pode voltar à rotina normal de atividades, apenas se resguardando para não fazer muito esforço.

Nos casos de lipoescultura, deve-se tomar cuidado para não exercer pressão sobre as áreas enxertadas, pois isso determina maior absorção dos enxertos. É recomendado que se deite de bruços e que se sente sem se apoiar às áreas enxertadas, para garantir maior integração possível dos mesmos.

Resultados

A lipoescultura de bumbum proporciona a melhora do contorno do corpo, mas não é um método de emagrecimento e isso precisa estar claro para as pessoas que procuram o procedimento. Seus reais resultados são percebidos após vários meses.

As pequenas incisões utilizadas para o acesso do instrumento conhecido como uma cânula, somem ao longo do tempo e se tornam quase imperceptíveis na maioria dos casos.

Filed under: Lipoescultura