Ginecomastia (Mama Masculina, Mama Homem)Ginecomastia é um termo médico originado do grego e que significa “seios de mulher”. Ele designa o crescimento das mamas fora do tamanho considerado padrão nos homens e pode atingir uma ou ambas as mamas. O problema está relacionado ao excesso de tecido mamário e não ao excesso de gordura, quando o aumento das mamas se deve ao aumento de gordura, usamos o termo lipomastia. Para se candidatar à cirurgia, não existe idade mínima, bastando ser saudável, emocionalmente estável e possuir pele firme e elástica.

A condição é mais comum do que muitos imaginam e afeta um número estimado de 40 a 60% da população masculina. Apesar de fatores como como uso de esteroides anabolizantes, medicamentos contendo estrogênio, álcool, maconha, bem como algumas condições médicas, incluindo câncer e insuficiência hepática poderem estar associados ou contribuir para o aumento das mamas masculinas; é amplamente aceito que um grande percentual de casos deve-se a fatores desconhecidos.

Técnicas – as mamas do sexo masculino podem ser reduzidas pela lipoaspiração e / ou excisando o tecido glandular em excesso. O aumento do volume mamário pode ser decorrência da glândula mamária, da gordura ou uma combinação dos dois tecidos, o que é o mais frequente.

A cirurgia pode ser realizada individualmente ou em conjunto com outras cirurgias, quando há indicação de lipoaspiração o dispositivo de sucção, normalmente é inserido através das incisões existentes. Eventualmente há necessidade do uso de dreno para retirar seroma ou sangue nos primeiros dias de pós-operatório.

Para a remoção só de tecido adiposo em excesso, a lipoaspiração em alguns casos pode ser tudo o que é necessário, em tais casos, as cicatrizes serão pequenas e pouco visíveis.

Duração – o processo de redução da mama masculina leva uma média de duas horas. Pode ser realizado em regime de ambulatório, com anestesia geral ou local com sedação.

Recuperação – normalmente há hematomas no pós-operatório, inchaço e sensação de queimação. Para auxiliar o processo de recuperação, é indicado o uso de roupa elástica de compressão, pelo período de três a seis semanas, além de evitar expor as cicatrizes ao sol por pelo menos seis meses.

A primeira semana após a cirurgia, é recomendado repouso. Depois deste período, o retorno ao trabalho e demais atividades físicas, desde que não sejam extenuantes, é autorizado.

Resultados – embora os resultados da ginecomastia sejam permanentes, a obesidade posterior pode fazer o problema reincidir.

 

Tagged with:

Filed under: ginecomastia